Qual a sua escolha, ser feliz ou infeliz?

0
1 mês atrás

“Ser feliz ou infeliz é, na verdade, uma escolha sua. As pessoas optaram por ser infelizes, porque elas acham que, ao serem infelizes, elas irão ganhar alguma coisa. Tem sido ensinado que se você sofrer, você irá para o céu.

Se você é um ser humano sofredor, o que você vai fazer no céu, afinal? O inferno seria mais como um lar para você. Se você é infeliz, o que quer que você ganhe, que diferença faz? Se você é feliz, mesmo que você não ganhe nada, que diferença faz?

Esta não é uma filosofia, esta é a sua verdadeira natureza. Em sua natureza, você quer ser feliz. Isso não é um ensinamento que eu estou tentando lhe dar — ‘seja feliz, seja feliz’. Toda criatura quer ser feliz. Tudo o que você está fazendo, cada um de seus atos que está desempenhando é para buscar a felicidade de alguma maneira.

Mesmo depois de ter feito tudo o que você tem feito, se a felicidade não está acontecendo, em algum momento, os princípios fundamentais da vida se perderam. Enquanto criança, você era simplesmente feliz.

Sem fazer nada, você era feliz. Então, em algum momento, ao longo do caminho, você perdeu isso.

Por que você a perdeu?

Você se sentiu profundamente identificado com muitas coisas à sua volta, seu corpo, sua mente. O que você chama de ‘sua mente’ é, na verdade, apenas coisas que você adquiriu de situações sociais à sua volta. Dependendo do tipo de sociedade a qual você tenha sido exposto, este será o tipo de mente que você terá adquirido.

Tudo o que há em sua mente, neste momento, é algo que você pegou do externo. Essa bobagem não veio com você; você a pegou e se identificou com ela. Você ficou tão identificado com ela que, agora, está lhe causando sofrimento.

Você pode coletar qualquer tipo de lixo que queira, tudo bem — desde que você não se identifique com ele, não há problema algum. Este corpo não é seu; você o extraiu do solo. Você nasceu com um corpo pequenino, que seus pais lhe deram; depois disso, você comeu plantas, animais e cresceu.

Você o pegou emprestado do solo, não é seu — você deve usá-lo por um tempo, então aproveite e siga em frente. Mas você ficou tão profundamente identificado com ele, que acha que ele é você.

Não é de se admirar que você esteja sofrendo!

A base de todo esse sofrimento é que você se estabeleceu na inverdade. Você está profundamente identificado com aquilo que não é você.

Todo o processo espiritual é apenas para que você se identifique com aquilo que você não é. Quando você não sabe o que você realmente é, você poderá procurar por isso? Se você procurar, só a sua imaginação correrá solta.

Se você começar a pensar ‘quem sou eu?’, alguns lhe dirão que você é filho de Deus, outros lhe dirão que você é filho do diabo. Outras pessoas podem lhe dizer coisas diferentes. É apenas uma infinidade de crenças e a imaginação correrá solta.

A única coisa que você pode fazer é que, o que quer que você não seja, comece a descartar isso. Quando tudo for descartado, haverá algo que não poderá ser descartado. Quando você chegar a esse ponto, verá que não existe razão para sofrimento neste mundo.”

Vamos juntos ressignificar esses padrões, aumentando seus estados de recursos para estar consciente no momento presente!

Deixe um comentário

1.
avatar
Laert Henriques
5327 points
Modo escuro